Zona cerealista: um paraíso desconhecido

Este slideshow necessita de JavaScript.

Para terminar o especial de férias, decidi fazer um post contando onde comprei as delícias para passar, como uma rainha, os dias no sítio. O Pedro, namorado da minha irmã, tinha comentado que quando queria comprar produtos importados, nem pensava em passar no mercado, ele ia direto na Zona Cerealista, que fica bem pertinho do Mercado Municipal. Como não é muito perto de casa, eu e o André nunca tínhamos ido, mas, como passamos dois dias das férias em SP, resolvemos nos aventurar. O único problema é que tivemos a péssima ideia de ir de carro, conclusão? Nos perdemos até não poder mais e fomos parar pra lá da Zona Leste. Por isso, aí vai a primeira dica: vá de metrô. A estação mais perto é a Pedro II, mas você também pode parar na Luz e aproveitar para comer o delicioso bolinho de bacalhau ou o tradicional sanduiche de mortadela no Mercadão.

Depois de ir e voltar duas vezes, tivemos a brilhante ideia de deixar o carro num estacionamento e ir de metrô. Almoçamos no mercadão e fomos perguntando até chegar ao PARAÍSO! Já na primeira loja que entramos, encontramos uma variedade gigantesca de bries, vinhos, funghi, castanhas, frios e muito mais coisa. Não preciso nem dizer que saímos de lá cheio de sacolas. Nós escolhemos duas lojas, a Laticínios Sabor e Empório Pena, para comprar tudo. Conclusão: com certeza a distância não foi um problema comparada à economia e a qualidade dos produtos.

Gastamos no total R$ 150, mas olha o tanto de coisas que compramos:

  •        1 garrafa de vinho
  •        1 pacote de risoto italiano
  •        1 pedaço de brie presidente
  •        1 pedaço de queijo emmental (que foi usado para o fondue)
  •        1 pedaço de queijo Gruyère
  •        1 vidro de fundo de alcachofra
  •        1 pacote de funghi
  •        1 pacote de lascas de amêndoas
  •        1 pacote daquelas azeitonas pretas bem grandonas
  •        100g de presunto cru
  •        100g de moradela
  •        1 pacote de pistache
  •        1kg de bacalhau em lascas

Tá bom, né? Acho que daqui por diante vou seguir a dica do Pedro e só fazer compras na Zona Cerealista. Indico pra vocês também.

Anúncios

Férias e fondue de queijo

Esse ano decidi dividir minhas férias e tirar uma semaninha em julho. Como estamos economizando para ir para a Europa ano que vem, decidimos fazer programas mais econômicos, entre eles, passar uns dia no sitio dos meus pais em Vargem Grande. Lógico que para a estadia ficar ainda melhor, pensamos em um cardápio especial.

Como chegamos um pouco tarde, a receita foi chique, bem gostosa, mas simples também: fondue de queijo. Mas nada daquelas massas prontas. Nós dois que preparamos e, além de ter ficado mais gostoso, também foi mais barato.

Os queijos compramos na Zona Cerealista, outro passeio que também fizemos nas férias. Mas, se o tempo estiver curto, é possível achar os ingredientes na maioria dos mercados.

Da próxima vez faço de chocolate também...

Ingredientes (receita para 4 pessoas)

  • 300g de queijo Emmental (ou Estepe)
  • 300g de queijo Gruyere
  • ¾ de xícara de chá de vinho branco seco
  • 1 pitada de noz moscada
  • 1 colher de chá de maizena (caso não dê liga, coloque mais um pouco)
  • 1 dente de alho

Modo de preparo

Unte uma panela com um dente de alho e reserve. Rale ou corte em cubinhos o queijo e dissolva a maizena no vinho. Leve a panela untada em fogo médio e misture todos os ingredientes. Sirva depois que o queijo estiver totalmente derretido. Para acompanhar, nada melhor que um bom vinho e uma cesta de pães italianos cortados em pedaços.