Pudim de tapioca do Mocotó

A última vez que fui no restaurante Mocotó me apaixonei por uma sobremesa: o pudim de tapioca. O pudim em si já é maravilhoso, mas o que dá o toque especial é o coco queimado que vai por cima. Um dia, fuçando pela internet, qual receita eu acho no site do Mocotó? O pudim! Decidi que a melhor ocasião para testa-lo seria no meu aniversário. O resultado foi o prato sem mais nenhum pedacinho em menos de 20 minutos. Ele fez tanto sucesso que a partir dai, em todos os almoços que vou na casa da minha mãe, ela me pede para levar o pudim!

E ele fica lindo!

Ingredientes:

  • 75g de tapioca granulada
  • 375ml de creme de leite fresco
  • 200ml de leite de coco
  • 100ml de leite
  • 1 lata de leite condensado
  • 2 ovos
  • 2 gemas

Calda para a forma:

  • 200g de açúcar
  • 80ml de água

Calda de Coco Queimado:

  •     500g de açúcar
  •     150ml de leite coco
  •     100ml de água
  •     03 anis-estrelado
  •     Crocante de coco
  •     500g de coco fresco

Modo de preparo:

Pudim

Em uma panela, coloque primeiro o açúcar. Depois de derretido, adicione a água. Deixe até que vire uma calda homogênea e espalhe na forma do pudim.

Hidrate a tapioca com o creme fresco e o leite de coco por pelo menos duas horas e reserve. Em um recipiente, misture os ovos, as gemas, o leite e o leite condensado. Mexa bem, coe em uma peneira fina e junte à tapioca hidratada. Coloque a mistura na forma caramelizada e asse em banho-maria a 150º por 40 minutos ou até firmar.

Calda de coco

Caramelize o açúcar, depois adicione o anis, a água e o leite de coco. Cozinhe até obter o ponto de fio grosso.

Coco queimado

Espalhe o coco ralado em uma assadeira forrada com silicone ou papel manteiga e asse em forno baixo, mexendo sempre até dourar.

Peixada cearense

Eu e o André passamos a lua-de-mel no Ceará e um dos pratos que mais comemos e gostamos foi a peixada. No hotel que ficamos em Icaraí comemos uma das melhores da viagem. Como ficamos amigos de um dos garçons, aproveitamos para pedir a receita para ele. Foi engraçado porque ele até estranhou, já que o prato era tão comum por lá. Depois eu até entendi um pouco o estranhamento, isso porque a receita é bem fácil de fazer.

Guardei o guardanapo com as coordenadas e decidi cozinhar em uma ocasião especial. Um dia minhas amigas vieram jantar aqui e achei que aquela seria a oportunidade perfeita para testar a receita.

Servi com arroz branco

Ingredientes (receita para 2 pessoas)

  •        3 postas médias de cação
  •        2 ovos cozidos (achei até estranho quando encontrei um ovo no meio do molho, mas fica bem gostoso)
  •        1 vidrinho de leite de coco
  •        ½ pimentão vermelho cortado em tiras finas (sem sementes e sem o miolo branco)
  •        ½ pimentão amarelo cortado em tiras finas (sem sementes e sem o miolo)
  •        1 cebola grande em rodelas
  •        1 colher de sopa de azeite de dendê
  •        2 tomates em fatias (sem semente)
  •       2 batas cozidas cortadas em cubos
  •        2 alhos picados
  •        1 punhado de coentro picado
  •        sal e pimenta a gosto

Modo de preparo

Em uma panela de barro aqueça o azeite de dendê e junte o alho e a cebola. Depois que eles estiverem dourados, acrescente os pimentões e deixe por 5 minutos. Em seguida, adicione o tomate, tampe e deixe cozinhar até que o pimentão amoleça. Depois coloque o leite de coco, o coentro, o sal e a pimenta, mexa por cerca de 5 minutos e adicione as batatas em cubos. Como o peixe cozinha rápido, ele tem que ser o último. Acomode as postas na panela, garantindo que elas fiquem cobertas com o molho. Deixe de 10 a 15 minutos, coloque o ovos interiros e sirva.